3.8.10

Ontem vi o Toy Story 3...

E é o melhor filme de 2010. Muito por custa de duas personagens novas que, embora sejam usadas de maneira relativamente igual, têm uma identidade própria genial que faz com que ambas sejam hilariantes separadamente.

Acho muito lol agora que leio o cartaz dizer "Dos criadores de Nemo e UP". Percebo que dê jeito para atrair pequenada pós Toy Story 1 e 2, mas por outro o Toy Story 3 é mais um filme para os nostálgicos da minha idade do que para um publico novo que não conhece o que está para trás, pelo menos é o que acho e o que me pareceu mesmo na sala de cinema. Eu e os meus putos morremos a rir do inicio ao fim, um *.* de nostalgia nos olhos também esteve presente. Para a criançada é tudo mais um filme de bonecada, nem devem conseguir distinguir a Dreamworks da Pixar (infelizmente).

O filme tem um único fail que é a voz do Rex ser outra pessoa. Win é o Buzz em espanhol, a sério, merece os 6€ e tal só por essa parte. Win é também os créditos, coisa que o Toy Story sempre me habituou a fazer, ver a cena até mesmo ao fim porque há sempre momentos épicos e desta vez não fugiu à regra. Pena não ter um bocadinho de outtakes como as cassetes dos outros dois filmes que têm mas ainda assim vale muito muito a pena. Acho que quem não conhecer o universo Toy Story fica kinda rendido porém penso e tenho praticamente a certeza que quem, como eu, for fanboy há mais de 10 anos e o Toy Story for um dos filmes da sua infância será muito recompensador e dará vontade de ir outra vez até ao cinema rever e rir de novo com tudo o que aparece. Para mim, é o menos conseguido dos 3 mas isso deve ser por ter quase 18 anos, não é. Agora vejo-os com outros olhos sendo que aos dois primeiros há sempre a componente nostalgica do filme em si para juntar à experiencia adulta do filme, coisa que com o 3 não dá. Mas vale demasiado a pena para deixar escapar isto das salas. É, sou merda a fazer review de filmes, mas apeteceu-me.

E a melhor personagem do filme é:

2 comentários:

Sofia Martins. disse...

"...é mais um filme para os nostálgicos da minha idade do que para um publico novo que não conhece o que está para trás..."
Sublinho e ponho bold nisto. (e no resto do parágrafo, prontes)

Ricardo disse...

Por acaso, depois de postar isto estive a falar com várias pessoas sobre isso mesmo (todas da nossa idade) e todas partilham dessa opinião. Acho que mesmo quem o fez partilha dessa opinião e o publico alvo foi mesmo esse.